Investigador da Polícia Civil é afastado por suspeita de corrupção em Almeirim

agosto 31, 2018


O juiz Marcello de Almeida Lopes determinou o afastamento do investigador da Polícia Civil, Iann Mota Palheta, de suas funções no município de Almeirim. O policial é suspeito de prática de crime de peculato e corrupção. O magistrado acatou o pedido feito pelo promotor de justiça Ramon Furtado.

As investigações sobre este caso estão sendo feitas pela Corregedoria da Polícia Civil do Baixo Amazonas. A decisão de Marcello de Almeida Lopes é para resguardar os elementos probatórios que serão colhidos na fase de investigação já iniciada pela Corregedoria. “As testemunhas da pacata cidade de Almeirim podem se sentir intimidadas com a presença do suspeito na cidade durante o curso das investigações”, diz a decisão.

Ainda segundo a decisão da Justiça, o policial, que é alvo de mais dois inquéritos de crimes contra a administração pública, deve ser designado para lotação em outro município num raio mínimo de 200 quilômetros de Almeirim. Deve se abster de ir à cidade e de manter qualquer comunicação com as testemunhas, seja por contatos telefônicos ou redes sociais. Foi determinado ainda que a Corregedoria desabilite o acesso do policial aos sistemas da polícia até a conclusão das investigações. O descumprimento das medidas poderá ocasionar a prisão preventiva do investigador.

Com informações do MP

Você pode gostar também

0 comentários

LER TAMBÉM:

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe