Operação chega a Santarém oferecendo esperança de novos sorrisos

agosto 21, 2018


Na 13ª edição da Operação Sorriso Brasil a mãe do Gael, de apenas 8 meses de vida, esperava com muita ansiedade o resultado da triagem. Professora e sem condições financeiras para custear o tratamento, que gira em torno de R$ 7 mil, Andrea Luz, 33 anos encontrou no mutirão de cirurgia gratuita a esperança em ver o filho crescer de forma saudável. É que o lábio leporino, além de ter prejuízos funcionais na vida do paciente, se não corrigido, também tem prejuízo social, uma vez que as crianças sofrem bulling na escola, tem dificuldade para fazer amigos e muitas vezes acabam até abandonando os estudos.
O cirurgião plástico, Marco Aurélio Gamborgi, é goiano e há 13 anos vem para Santarém participar da missão humanitária, como é denominada. “É um prazer que a gente tem de devolver o sorriso para as crianças”. No currículo do médico constam mais de 8 mil operações realizadas. Mas, embora a prática seja comum em outros centros do país, o médico lamentou que na região amazônica, os pacientes ainda enfrentam dificuldade para conseguir acesso a esse tipo de tratamento.



Desde o primeiro programa em Santarém, em 2007, foram realizadas mais de 750 cirurgias, 16 mil consultas e 1.063 procedimentos cirúrgicos. Na última missão, em 2017, mais de 60 pessoas foram operadas.


Nessa lista está Everton Brás da Silva, 4 anos, que já passou por duas cirurgias para corrigir lábio leporino e fenda palatina. O pai, Elinelson Nascimento da Silva e a mãe Evanilde Silva, trouxeram a criança do município de Oriximiná, porque querem que o filho cresça sem nenhuma complicação, principalmente nos dentes e na alimentação.
A expectativa é que a partir do mutirão desse ano seja implantado em Santarém um Centro de Cirurgia Permanente do Fissurado, a fim de atender os pacientes de toda a região. Para o coordenador local do Projeto, Jocivan Pedroso, a maior dificuldade enfrentada se refere a cirurgia plástica, devido a falta de profissionais especializados.
A programação cirúrgica desta etapa da Operação Sorriso inicia amanhã, 22, e se estende até sábado, 25, no hospital São Camilo. Dos pacientes que serão atendidos, 80 por cento são crianças.


Operação Sorriso Brasil
A Operação Sorriso ou Operation Smile, como é conhecida internacionalmente, é uma organização médica não governamental e sem fins lucrativos fundada na cidade de Norfolk na Virgínia, Estados Unidos, em 1982. A instituição trabalha com crianças que nasceram com lábio leporino e fenda palatina, e oferece a elas cuidados médicos, como a cirurgia reparadora, em todo o mundo.
Lábio leporino e a fenda palatina
Tanto o lábio leporino como a fenda palatina são causados por uma má formação fetal que ocorre quando os dois lados do rosto se unem, por volta das 16 semanas de gestação.
Suas causas não são totalmente conhecidas mas sabe-se que existem maiores risco quando as mulheres que não realizam o pré-natal de forma adequada ou que a mãe:
Não tomou os comprimidos de ácido fólico antes de começar as tentativas para engravidar;
Tem diabetes e não está controlando os níveis de açúcar no sangue;
Tomou medicamentos antibióticos, antifúngicos, broncodilatadores e anticonvulsivantes na gestação;
Consumiu drogas ilícitas ou álcool durante a gestação.

Você pode gostar também

0 comentários

LER TAMBÉM:

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe