O carimbó reinou na Çairé de Alter do Chão

setembro 24, 2018


 

A Comissão Organizadora do Çairé 2018 repetiu a estratégia da descentralização do artístico cultural ao elevado da Praça Sete de Setembro na Orla da Vila de Alter do Chão. Segundo o secretário municipal de cultura Luis Alberto Figueira o gênero musical novamente foi o ritmo característico dos paraenses, o carimbó. "Muitas foram as novidades, inserido atrações no horário da manhã, e permaneceu na tarde, participação do grupo de mulheres,o arrastão pelas vias do balneário", disse.
Na tarde de domingo, o músico santareno e percussionista Silvan Galvão, grande divulgador deste gênero em diversos estados do Brasil, abriu espaço a participação especial do grupo musical as Suraras.
"É importante a participação das mulheres na musicalidade e instrumental também do carimbó. A mulher é protagonista de tudo que estamos vivendo hoje. Evolução é liberada pelas mulheres. Elas estão provando mais do que nunca, a capacidade de fazer qualquer coisa. E tem o meu apoio e respeito", destacou Silvan Galvão.
As Suraras impressionaram o público tanto no cantar como na utilização dos instrumentos de percussão e cordas. "Eu iniciei na dança nos grupos, mas vi a oportunidade de aprender a tocar instrumentos, o mais recente aprendizado foi o banjo", disse a integrante Ianny Borari. A estreia dela foi um dia antes, no sábado (22) na Praça Sete de Setembro junto com o Grupo Cobra Grande do Mestre de Carimbó Chico Malta.


O sábado, o primeiro arrastão do carimbó, da Praça Sete de Setembro a Praça do Çairé, comunitários, outros grupos de carimbó e visitantes na Vila foram convidados a participar e ao final formava-se uma grande roda. "Aqui na Praça vivemos o carimbó e durante esses dias uma celebração que todo mundo cantou, dançou, brincou e aprendeu a peculiaridades do curimbó de Alter do Chão. O grande envolvimento dos grupos que formam o Movimento de Carimbó no Oeste do Pará. E nessa linha fazemos a salvaguarda do Carimbó é isso, a valorização dos Mestres, a celebração, o amor a comunidade e trazer a população esse grande movimento da nossa identidade, da nossa cultura", destacou o Mestre de Carimbó Chico Malta.
Cinco grupos de carimbo estiveram participando: Cumaru, Kuatá, Banzeiro, Cobra Grande, Tatu Kanastra e convidados, como As Suraras.

Você pode gostar também

0 comentários

LER TAMBÉM:

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe