Tucuxi e Cor de Rosa se enfrentam hoje no Çairé

setembro 22, 2018


As duas entidades folclóricas: Associação Folclórica Boto Cor de Rosa e o Grupo Sociocultural Boto Tucuxi vão defender neste sábado (22), respectivamente, os temas, "A Origem Borari" e "Identidade Tapajônica", durante o Çairé 2018. O primeiro boto a apresentar será o Tucuxi, com esquenta programado para iniciar às 21h30. O Cor de Rosa iniciará seu esquenta às 12h15. Este ano, o Cor de Rosa vem em busca do empate dos títulos. O Tucuxi conquistou ano passado seu 10º título e passou à frente do rival Cor de Rosa que tem um título a menos.
A parte folclórica dos Botos foi incluída na programação do Çairé em 1997 e tornou-se disputa festiva em 1999, no espaço atualmente denominado como Lago dos Botos. Objetivando o fortalecimento, manutenção e salvaguarda da identidade cultural da Vila de Alter do Chão, bem como a forte identificação com a Lenda do Boto, principal mito do imaginário local. O Festival é organizado pelas duas agremiações e coordenado pela Prefeitura de Santarém, através da Secretaria Municipal de Cultura (Semc).
Segundo o secretário municipal de Cultura Luís Alberto Figueira, a apresentação dos Botos é baseada em regulamento, redação com conhecimento, leitura, revisão e assinaturas das representações das entidades folclóricas. "Sobre o tempo de apresentação, cada Boto, terá 2 horas para fazer a apresentação na noite, sendo que o tempo mínimo de apresentação será de 1 hora e 30 minutos, e o máximo de 2 horas. A contagem será por meio de cronometro oficial, que deverá ficar visível e acompanhado por um fiscal cronometrista de cada entidade. Teremos a comissão julgadora composta por 3 membros com direito a voto e 1 membro presidente, este não terá direito a voto".


A Associação Folclórica Boto Cor de Rosa levará ao Lago dos Botos o tema "A Origem Borari". A apresentação vai destacar o início da Vila de Alter do Chão com os primeiros habitantes da etnia Borari. "Aproximadamente 700 pessoas, entre brincantes e equipe técnica estão envolvidos para contar e reafirmar a nossa etnia Borari, e propagar através dessa exibição que ainda habita indígenas Borari na Vila de Alter do Chão. Um dos momentos de maior destaque será a sedução com misto de encanto", destacou, o coordenador artístico cultural, do Boto Cor de Rosa, Nilson Coelho.






O Grupo Sociocultural Boto Tucuxi abordará a temática , "Identidade Tapajônica". Eles prometem enfatizar como referência a cidade de Santarém, a Pérola do Tapajós. Coordenador das Alegorias, Júnior Sousa, informou que aproximadamente 832 pessoas estão envolvidas na apresentação, desses 25 artistas plásticos e 7 técnicos. "O enredo vai mostrar a diversidade natural, o místico e social destaque de Santarém, a guardiã da memória do povo Tapajônico. O Boto Tucuxi vai mergulhar na história do caboclo pescador. Destacará o catolicismo, a padroeira do povo santareno, Nossa Senhora da Conceição e a Festa do Çairé da Vila de Alter do Chão. A lenda do Boto, outra identidade genuinamente Tapajônica que mistura o real e o imaginário, o personagem do homem vestido de branco, galante, dançador, bebedor. Ele, é metamorfose do Boto Animal, e com o olhar certeiro dele, conquista a mais bela cabocla da festa em noite de lua cheia", detalhou.
Os troféus de 1º e 2º lugar do Festival dos Botos Cor de Rosa e Tucuxi foram produzidos pelo artesão santareno Roque Lima.
Conforme regulamento serão avaliados pelos jurados 16 itens de cada Boto:
a) Item 01 - Apresentador (comunicação e oratória); b) Item 02 - Cantador (timbre e afinação); c) Item 03 - Rainha do Çairé (Evolução, indumentária, simpatia e cênica; d) Item 04 - Cabocla Borari (Evolução, indumentária, simpatia e cênica); e) Item 05 - Curandeiro (, fantasia e cênica); f) Item 06 - Rainha do Artesanato (Evolução, indumentária, simpatia e cênica); g) Item 07 - Boto Homem Encantador (Interpretação, dança e cência); h) Item 08 - Boto Animal Evolução (Evolução e originalidade); i) Item 09 - Rainha do Lago Verde (Evolução, indumentária, simpatia e cênica); j) Item 10 - Carimbó (Coreografia e indumentária); k) Item 11 - Organização do Conjunto Folclórico (Disposição e organização dos dançarinos no lago); l) Item 12 - Alegorias (Evolução, estética, acabamento); m) Item 13 - Letra e Música (Harmonia, fidelidade e acabamento); n) Item 14 - Ritual (Evolução e cênica); o) Item 15 - Torcida (Animação e adereços); p) Item 16 - Sedução (Interpretação, dança e cênica).

Você pode gostar também

0 comentários

LER TAMBÉM:

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe