Vereador quer a proibição do uso de canudos plásticos em Santarém

outubro 17, 2018


Na sessão desta quarta-feira, 17, na Câmara Municipal de Santarém, oeste do Pará, o vereador Dayan Serique protocolou projeto de lei que proíbe uso de canudos de plástico, exceto os biodegradáveis, em restaurantes, lanchonetes, bares, quiosques, ambulantes, hotéis, barracas de praias e similares.
De acordo com o Projeto, os estabelecimentos comerciais que necessitam do uso de canudos, devem usar aqueles que sejam fabricados com papel biodegradável e / ou reciclável, devendo estes serem embalados com material semelhante.
O projeto prevê ainda a aplicação de multas aos estabelecimentos que descumprirem a norma. A primeira multa referente a 1000 UFM, e em caso de reincidência, a multa chegará a 3000 UFM.


Para Dayan, a utilização de canudos plásticos é ínfima aos impactos e danos ambientais que este material causa ao meio ambiente. "O uso de canudo é mais cultural do que necessário, no entanto algumas pessoas tem necessidade de usar canudos dobráveis, em razão de limitação de movimentos, o que deve ser utilizado de material biodegradável", ratifica. 
O vereador destaca que material biodegradável é tudo o que é elaborado a partir de plantas e animais. Papel, por exemplo, é biodegradável e renovável, por ser feito de árvores. Além de totalmente reciclado, é renovável pois, ao se derrubar uma árvore para fazer o material, pode-se plantar uma nova.

Você pode gostar também

0 comentários

LER TAMBÉM:

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe