“Capitania Itinerante” encerra ações em Oriximiná

novembro 05, 2018


A Capitania Fluvial de Santarém (CFS) encerrou as atividades da “Capitania Itinerante” no município de Oriximiná, após ter passado por Terra Santa, no oeste do Pará.
A operação teve como objetivo proporcionar aos moradores do município atendido, acesso aos serviços prestados pela Capitania, tais como inscrição de embarcação, regularização da habilitação de aquaviários e amadores, instalação de cobertura de eixo, distribuição de coletes salva-vidas doados por Empresas parceiras, palestras sobre utilização de coletes salva-vidas, prevenção de incêndio e combate ao escalpelamento nas comunidades ribeirinhas, Escolas públicas e colônias de pescadores, além das atividades normais de inspeção naval e formação de Aquaviários.



De acordo com o comandante da Capitania dos Portos, Robson Ferreira, o projeto facilita o atendimento da comunidade aquaviária, que por muitas vezes não possui recursos financeiros para se deslocar até o município de Santarém, sendo este projeto de vital importância para a sociedade do oeste do Pará, facilitando o acesso aos serviços da Capitania com comodidade. “O pessoal designado para a missão está apto a prestar um serviço de qualidade aos nossos clientes, prestando as devidas orientações necessárias”, reforça.

No período de 20 de outubro a 4 de novembro, a Agência Escola Flutuante “Ajuri III” realizou diversos serviços, bem como o Curso de Formação de Aquaviários para 120 novos profissionais, proporcionando oportunidade de emprego e renda para aquele município, onde se dobrou o número de capacitados em uma mesma comissão itinerante, onde se pode destacar que moradores de uma comunidade Quilombola foram contemplados com o Curso de Formação.
Foram atingidos os dados estatísticos abaixo:
Formandos do curso de Formação de Aquaviário: 120
Embarcações Abordadas: 139
Palestras : 37
Público: 785
Coletes Doados: 69
Boias Salva-vidas doadas: 14
Inscrição de Embarcação: 31
Renovação de Carteira de Aquaviario: 51
Arqueações: 36 (medições para processo de inscrição
Cobertura de Eixo: 12
Transferência de propriedade: 07
Atendimentos: 321
Notificações Por infração às Normas: 04.



O capitão lembra que, por meio da Capitania Itinerante, somente este ano, foram visitados os municípios de Aveiro, Itaituba, Alenquer, Óbidos e Juruti. O próximo será Monte Alegre.
Ainda conforme Robson Ferreira, além dos serviços à comunidade Aquaviária, são realizadas palestras de conscientização nas escolas, visando a fomentar uma mentalidade de segurança aos pequenos navegantes, que por muitas vezes usam pequenas embarcações para ir à escola e não fazem o uso efetivo dos coletes salva-vidas. “Visando acabar com essa cultura do risco a Capitania vem trabalhando na base, nos bancos escolares para que estas crianças se tornem adultos mais conscientizados e multipliquem estas informações junto aos seus familiares”, acrescenta.
Escalpelamento
A Capitania vem intensificando palestras e colocação de coberturas de eixo gratuitamente. Só neste período em Terra Santa e Oriximiná foram instaladas 16 coberturas e desde o início do projeto já foram instaladas mais de 100 unidades na nossa jurisdição.
“A Marinha do Brasil reconhece a importância de estar presente nesta região, a fim de levar serviços com qualidade e comodidade a comunidade aquaviária, bem como capacitar as pessoas, por meio de palestras e cursos de formação, com o propósito de promover a segurança dos navegantes e proporcionar que os rios sejam seguros e limpos”, finaliza o capitão Robson.

Você pode gostar também

0 comentários

LER TAMBÉM:

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe