Jovens de Juruti são incentivados a empreender negócios da floresta amazônica

maio 26, 2019

Neste fim de semana está acontecendo em Juruti a primeira edição do workshop Despertar, uma das atividades do projeto Juruti UP, iniciativa que tem a participação de diversas instituições,dentre elas o Centro de Empreendedorismo da Amazônia (CEAMA) que executa o programa, com incentivo financeiro da Alcoa Foundation. A programação, que ocorre no Sítio Oásis, conta com a participação de cerca de 150 jovens que desenvolvem atividades de incentivo ao empreendedorismo sustentável, por meio da apresentação de oportunidades relacionadas aos recursos naturais, culturais e sociais da Amazônia, aliada a dinâmicas comportamentais e atividades em equipe.

O secretário de Educação de Juruti, Jonas Moraes, lembrou que Juruti já tem o título de cidade empreendedora e essa parceria com outras instituições é uma forma de fazer mais. “Nós queremos que os nossos jovens sejam também empreendedores e a partir deste programa, certamente sairão aptos a fazer um trabalho efetivo, visto que já tem jovens aqui em Juruti que estão atuando nessa área”, destacou.

A expectativa é que as primeiras edições das oficinas do projeto neste ano reúnam em torno de 300 jovens da cidade e de Juruti Velho. Ao todo, 14 grupos foram formados, com 7 cadeias produtivas importantes para a região. O programa busca despertar e alavancar ideias de negócios sustentáveis com foco na floresta, biodiversidade e agricultura sustentável. Por meio do projeto, durante dois anos serão realizados workshops e eventos de empreendedorismosustentável e inovação, levando os participantes a desenvolverem ações concretas de empreendedorismo.
O gerente de Relações Institucionais da Alcoa Juruti, Rogério Ribas ressaltou que os investimentos da Alcoa Foundation e todas as iniciativas voluntárias da Alcoa são o legado de sustentabilidade que a empresa está construindo e deixando para Juruti, com o olhar no futuro e no fortalecimento do município, independentemente da atividade mineral. “Então, esses jovens, através da criatividade, vão trazer esse olhar que vai definir muitos projetos de negócios para Juruti. O Juruti UP quer realmente levar Juruti pra cima, através desses jovens”, esclareceu.

*EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL* – O projeto Juruti Up busca estimular o empreendedorismo nos jovens, para que eles possam criar ideias de negócios que valorizem os recursos naturais ehumanos da região e gerar impacto positivo na cidade. “Nós estamos hoje na maior floresta tropical do mundo, que detém a maior biodiversidade do planeta e precisamos fazer com que os jovens abram seu campo de visão para essa região, que é a mais rica do mundo,porém não é enxergada por nós, amazônicos. Pensamos ter oportunidades em outros locais, quando nós estamos no lugar que o mundo inteiro quer estar. Então, o objetivo é despertar para o empreendedorismo e ajudar os jovens a ter ideias de negócios que ganhem dinheiro, conservem a floresta e respeitem as pessoas, enquanto desenvolvem a região economicamente”, explicou o diretor executivo do Centro de Empreendedorismo da Amazônia – CEAMA -, Raphael Medeiros.

Alex Alves, estudante universitário participante da oficina, resumiu que no encontro foram abordados temas que são bastante presentes na vida de Juruti, como a pesca, agricultura, o artesanato e como explorar isso de forma sustentável, sem agredir o meio ambiente, gerando economia para as famílias. “Esse evento é para abrir os olhos e despertar para essa riqueza que nós temos e muitas vezes deixamos de lado”.

O diretor de Juventude do Instituto Juruti Sustentável – IJUS, Feliph Rocha, observou que a iniciativa converge com a atuação do IJUS Jovem e que cada vez mais a juventude de Juruti demonstraque quer empreender. “Nós temos oportunidades aqui na nossa terra e não precisamos ir longe para ter algo. O resultado de hoje no Despertar vem comprovar o interesse do jovem de Juruti com o desenvolvimento do município”.

O Juruti UP conta com apoio do IJUS – Instituto Juruti Sustentável, Prefeitura de Juruti por meio das secretarias de Educação, de Produção e de Cultura, Unama – Universidade da Amazônia,Casa do Empreendedor de Juruti, Escola Diamante, Ufopa – Universidade Federal do Oeste do Pará e Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Emanuel Salgado Vieira. A Fundação Alcoa investe cerca de R$ 800 mil neste projeto em Juruti.

Fonte: Alcoa

Você pode gostar também

0 comentários

LER TAMBÉM:

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe